A FES no Mundo

A Fundação acompanha de forma ativa a formação e consolidação de estruturas da sociedade civil e do Estado com projetos em mais de 100 países, apoiando a democracia e a justiça social, sindicatos livres e fortes bem como a defesa dos direitos humanos e a igualdade de gênero.

Além das atividades nos seus escritórios em vários países, a FES também contribui, com a sua rede mundial de escritórios e parceiros, com debates globais e regionais e com o desenvolvimento de alternativas políticas no diálogo. Merecem destaque neste contexto o aprofundamento e a ampliação do processo de integração europeu, a continuação do desenvolvimento da relação transatlântica, bem como a reforma do sistema de governança global.

A FES foi criada em 1925 para dar continuidade ao legado político de Friedrich Ebert, o primeiro presidente alemão democraticamente eleito. O social-democrata, elevado da condição de simples operário ao mais alto posto do Estado, inspirou o estabelecimento de uma fundação cujos objetivos são:

Promover a formação política e social de pessoas de todas as classes sociais no espírito da democracia e do pluralismo;
Proporcionar a jovens engajados, independentemente das possibilidades financeiras de seus pais, o acesso ao ensino superior através de bolsas de estudo
Contribuir para o entendimento e a cooperação internacional

Proibida pelo governo nacional-socialista em 1933 e restabelecida apenas em 1947, a Fundação Friedrich Ebert continua lutando por estes objetivos até hoje por meio de um amplo programa de atividades. Atuando como uma instituição cultural privada de utilidade pública e sem fins lucrativos, a Fundação está comprometida com os ideais e valores fundamentais da democracia social.

<<